Manifestantes bloquearam estrada de ferro e Vale fez baldeação em Baixo Guandu.

Uma manifestação realizada no dia de ontem, terça feira (02), por pescadores no distrito de Baunilha, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Fez com que a Vale suspendesse a circulação do trem de passageiros na Estrada de Ferro Vitória-Minas.

A Vale fez um sistema improvisado de baldeação, alugando ônibus particulares para transportar os passageiros. A estação de ferroviária de Baixo Guandu foi o ponto improvisado pela Vale para o transbordo dos passageiros.

Quem ia para Belo Horizonte, foram trazidos pelos ônibus até Baixo Guandu e seguia de trem até capital mineira. Quem ia para Vitória-ES, desembarcava em Baixo Guandu e seguia para a capital capixaba nos ônibus.

A estrada de ferro Vitória a Minas, continua suspensa nesta quarta-feira (03), em ambos os sentidos, por tempo indeterminado, devido os manifestantes ainda estarem bloqueando a linha do trem de passageiro.

A baldeação porém foi alterada, quem embarca na estação de Belo Horizonte, desembarca na estação de Barão de Cocais e segue o destino nos ônibus fretados pela Vale. Quem faz o sentido contrário, embarca na estação Pedro Nolasco e desembarca na estação de Barão de Cocais, de lá segue de ônibus até a Belo Horizonte.

Por meio de nota, a Vale informa que “o diálogo com as comunidades está sendo conduzido pela Fundação Renova, criada para gerir e executar os programas e ações de reparação e indenização às pessoas afetadas pelo rompimento da barragem de Fundão da Samarco”.

De acordo com a empresa, os passageiros que tinham viagem programada para esta quarta-feira (03) podem reagendar o bilhete ou pedir o reembolso do valor investido na compra da passagem.

Para isso, é preciso se dirigir, no prazo de até 30 dias, a qualquer uma das estações localizadas ao longo da Estrada de Ferro Vitória a Minas. Mais informações podem ser solicitadas por meio do Alô Ferrovias 0800 285 7000.

Ouça o áudio do atendimento Alô Ferrovias da Vale e saiba como viajar no trem Vitória a Minas.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *