Ex-primeira-dama de Colatina-ES tem habeas corpus concedido pelo STF.

A ex-primeira dama do município de Colatina, na região Noroeste do Espírito Santo, Maria Julia Deptulski, obteve ontem, segunda feira(30), concedido pelo ministro do STF – Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, um habeas corpus, determinando o recolhimento do mandado de prisão contra a ex-primeira-dama, expedido pelo TJ-ES.

Maria Julia foi condenada a 7 anos e 6 meses, por desvio de dinheiro público, quando esteve a frente da Secretaria de Assistência Social, da prefeitura de Colatina-ES, entre 2009 e 2013, e teve a condenação mantida pelo Tribunal de Justiça do Estado no último dia 10.

A defesa de Maria Julia se manifestou e disse que ela tem o direito de aguardar o trânsito em julgado da ação em liberdade, ainda que ela já tenha sido condenada em 2ª instância.

“Ela não pode ser presa até que a ação transite em julgado. Não há o que se falar em prisão nesse momento, ela tem o direito de recorrer em liberdade”, disse o advogado Rivelino Amaral, que havia entrado com habeas corpus no STF e no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Outras duas condenadas na mesma ação não obtiveram habeas corpus.

O valor que Maria Julia é acusada de ter desviado, durante a gestão de seu marido, Leonardo Deptulski, é de R$ 56 mil reais. Ainda de acordo com a acusação, foram beneficiadas com o montante desviado, a ex-primeira dama e a Associação das Damas de Caridade de Colatina.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *