Investigadora é encontrada morta em avenida no Noroeste do Espírito Santo.

A policial civil, Jaira Fernandes da Silva (63), foi encontrada morta, na noite de ontem, segunda feira(30), em uma avenida, no Centro de Barra de São Francisco, na região Noroeste do Espírito Santo.

De acordo com informações, moradores encontraram o corpo de Jaira, caído na Avenida Prefeito Antonio Valle, ela estava desacordada, assustados, eles acionaram o serviço médico.

Um delegado da Polícia Civil, esteve no local, junto com uma ambulância do Corpo de Bombeiros, a vítima foi encaminhada para o hospital local, mas já chegou sem vida.

Jaira não apresentava sinais de ter sofrido nenhum tipo de violência. A polícia vai recorrer a imagens de câmeras de videomonitoramento da região para ajudar nas investigações.

O corpo dela foi encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, onde passará por exames que podem apontar a verdadeira causa da morte da policial civil Jaira Fernandes.

O delegado José Darcy Arruda, que é chefe da Polícia Civil, em um nota, lamentou a morte da policial. Jaira, ela exercia a função de investigadora e trabalhava atualmente na Delegacia de Polícia de Fundão.

Jira ingressou na polícia em fevereiro de 2014 e, nesses três anos, já trabalhou nas Delegacias Regionais de São Mateus e Barra de São Francisco. Neste mês, Jaira completaria 64 anos de idade.

“A Polícia Civil tem muito a agradecer a essa policial pelo seu brilhante trabalho!”, disse o chefe de Policia Civil em nota divulgada. No final, Arruda manifestou solidariedade aos amigos e colegas que ela conquistou na polícia e aos familiares da investigadora.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *