Eleição do MDB marcada para sexta feira é suspensa pelo Tribunal de Justiça.

A convenção regional do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), marcada para a próxima sexta feira (29), onde seria realizada a eleição para escolha do novo presidente estadual do partido, foi suspensa pela justiça.

O TJ-ES (Tribunal de Justiça do Espírito Santo), cassou a liminar do juiz da 3ª Câmara Cível de Vitória, Mauricio Camatta Rangel, que havia nomeado o deputado José Esmeraldo para dar seguimento ao processo eleitoral do MDB-ES.

Com a liminar cassada, prevalece a decisão da cúpula do MDB Nacional, que já havia cancelado a eleição e definido que a Comissão Provisória, presidida pelo ex-deputado federal Lelo Coimbra, seguirá no poder por mais 120 dias até definir um momento adequado para convocar nova convenção.

Em nota divulgada o MDB afirmou que a decisão do TJ-ES significa uma restauração da autonomia partidária, devolvendo ao partido liberdade democrática sobre seus atos.

Marcelino Fraga que vai disputar a presidência do MDB contra o atual presidente, Lelo Coimbra, lamentou dizendo. “O partido vem sendo mal conduzido no Espírito Santo”. Não dá para entender o medo de voto, de eleições, num partido que prega democracia”, declarou.

Redação: Jornal ATV – A Tribuna do Vale o seu portal de notícias online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *